segunda-feira, abril 23, 2007

Um mundo


DIA MUNDIAL DO LIVRO
Hoje... palavras que não são minhas....

É um sonho ou talvez só uma pausa

na penumbra. Esta massa obscura

que ela revolve nas águas são estrelas.

Entre aromas e cores, um barco de calcário

prossegue uma viagem imóvel num jardim.

Vejo a brancura entre os astros e os ramos.

Dir-se-ia que o ser respira e se deslumbra

e que tudo ascende sob um sopro silencioso.

Nenhum sentido mas os signos amam-se

e o brilho e o rumor formam um mundo.



António Ramos Rosa
ACORDES, QUETZAL EDITORES,
1990, 2ª EDIÇÃO, P. 67



Apresentação do livro:
"O dia em que conheci Sophia"

5 comentários:

bettips disse...

Obrigada, bonita. Fica assim, com preto e vermelho de alegria. Fica bem. Abç

asn disse...

Uma casa sem livros não é uma casa, é um palheiro!
Bons livros.
António

moderato_josef disse...

Feliz día do livro! Com retrasso mais bon voluntade. Un saludo! Josef.

yoshihiro disse...

Ler é essencial...
Ler é estimulante...
Os livros ajudam-nos a sonhar, fazem-nos pensar , a conhecer melhor o mundo, a nós próprios...
...a meditar!!

Um livro é sempre um "bom amigo"!

bj

yoshihiro disse...

Ah! Tu, livro despretensioso, que, na sombra de uma prateleira, uma criança livremente descobriu, pelo qual se encantou, e, sem figuras, sem extravagâncias, esqueceu as horas, os companheiros, a merenda ... tu, sim, és um livro infantil, e o teu prestígio será, na verdade, imortal.
Cecília Meireles