quarta-feira, julho 25, 2007

rasgou-se...



Rasgou-se O cenário negro
Vi o AZUL do MAR…
Vi o AZUL do CÉU…
Obstáculos
Pedras
Musgo escorregadio
Tentáculos
Não são NADA
OLHO para lá delas
Reencontro-me… a MIM
Que sou TUDO…

...o meu EU...

...

REGRESSO A MIM!



belakbrilha




il Divo - Regresa A Mi

10 comentários:

MARTA disse...

Quando o nevoeiro levanta..o mar aparece e tudo fica mas fácil, mais azul...
Como digo no post de hoje...a minha âncora....
Obrigada pelo carinho....e pela partilha..
Beijos e abraços
Marta

Zeca Paleca disse...

QUE BONITO! QUE BELO!

TENS UM BLOGUE MARAVILHOSO!

E eu ando à boleia pelo mundo à espera de te encontrar.
Onde estás?
Olha o meu caminho.

ZECA PALECA

http://www.lusoprosecontras.blogspot.com

poetaeusou disse...

*
olhos rasgados de beleza
*

Nilson Barcelli disse...

Mais um belo poema.
Bom regresso a ti...
Bom resto de semana, beijinhos.

astuto disse...

Dizem que não há cor mais bonita: azul.

Belo poema! Gostei do teu blogue!

Cumprimentos.

BeHappy disse...

O poema é lindo, e a musica... aiii... faz mesmo suspirar!! :P

A.S. disse...

Por vezes precisamos rasgar o horizonte para alcançar o infinito!
Tens um imenso azul que te espera... desfruta a volúpia da imensidão...


Um terno beijo!

TMara disse...

é o melhor sítio p/ se regressar. Ao "eu"/mim. Há mtª gente k o não consegue.Daí podemos ir ao encontro dos outros, abertamente. Bom domingo.
Luz e paz

TMara disse...

esqueci: e por vezes é mesmo essa a sensação, a de um véu k tapa a cor e a beleza e se rasga permitindo-nos ver.
A partir desse mmt já deveremos ser capazes de o manter longe, ou pelo menos saber como o rasgar qnd quer reaparecer.
bom domingo

suruka disse...

Rasgue-se sempre o véu que nos oculta o MAR.


Eu tambem preciso de ver o mar. Apesar de estar a uma distancia de 50 Quilometros.

bj