terça-feira, setembro 04, 2007

nem sempre


É fácil encarar certas situações da vida...

...alguém disse que VIVER é fácil??

É um trajecto bem difícil...

...e....

O TEMPO NÃO ESPERA!!!!

belakbrilha

20 comentários:

poetaeusou . . . disse...

*
a vida é fácil,
é ...
nós e que a fazemos dificil,
digo, eu ...
*
ji
*

Nilson Barcelli disse...

Pois não espera, o tempo voa.
Da vida, pode-se dizer de tudo. Que é fácil, difícil, etc. Mas o importante é vivê-la e não passar ao lado dela.
Espero que esteja tudo bem contigo (neste post pareces-me um pouco tensa).
Beijinhos.

Natasha disse...

Belleza de blog, gracias por la visita amiga, no parlo portugués, pero entiendo un poco...

no es fácil, cierto, pero la voluntad de vivir es grande, y si tenemos amor, este ayuda a sobrepasar cualquier dificultade, porque nada es para sempre

Besos con cariño

pin gente disse...

não espera e anda muito depressa...
corre.
a vida facilita-se...
um beijo

Phiwuipa disse...

Porém, "quando somos vencidos pelo fracasso, ele nos mata; quando o assumimos, ele nos transforma num ser maior!" :)!

*Beijinhos

*Bom Fim de Semana :)!

(O meu muito obrigada não só pela visita pelo meu blog, mas também pelas palavras lá deixadas :))

MARTA disse...

Não, não espera - apressa-nos, confunde-nos e desespera...
Texto simples, mas forte.
Beijos e abraços
Marta

Som Do Silêncio disse...

A vida é uma sucessão de acontecimentos aleatórios que nós tentamos encaixar e fazer com que tenham algum sentido...

Um Beijo Sereno

*@rclight* disse...

cara amiga
a vida é o k nós fazemos dela
muitas vezes só n sabemos é ver o caminho a seguir,mesmo frente aos olhos

ninguem disse k ia ser fácil viver num mundo como o nosso
quando tentamos algo melhor com tudo contra nós
é triste

beijo:)

kakauzinha disse...

Querida belaKbrilha,

É verdade, há situações mesmo difíceis que nos tornam a vida mais cinzenta, mas é um tempo que tem mesmo de acontecer... e de passar também... depois o sorriso volta.

Um beijinho grande, um sorriso***:)))))

Jasmim disse...

Nem sempre a vida é fácil, é verdade. Ams na maior aprte dos casos nós achamo-la difícil porque ela não corre da forma que nós gostaríamos.
boa semana de trabalho

Humbertothewizard disse...

E o que é a vida BelaK..., senão uma sucessão de altos e baixos? O mais provável é que ela seja antes, um oasis no meio de um vasto deserto, ou visto de um outro ponto, um imenso deserto, com um oasis refrescante algures.

Logo, pertençe a nós aceitar o desafio, e atravessarmos corajosamente esse areal interminável, de sol impiedosamente escaldante, em busca do oasis, que embora nunca tenhamos visto antes, sentimos contudo que ele existe.

Temos essa fé, e é ela que mantem-nos presos á vida, com a agradável esperança, e com o presente optimismo, que logo ali ao virar do próximo declive, o oasis surgirá para aliviar-nos das feridas da existência, e dar-nos o fôlego necessário para prosseguirmos a caminhada.

Já que não seria de todo aborrecido e chato, se habitássemos permanente e tranquilamente no oasis da água abundante da felicidade.

Pois como teríamos a oportunidade de conhecer o lado iluminado que a vida contem em si, e que de vez em quando, se lembra de sorrir um pouco para nós, brindando-nos com um Amor apaixonado, como querendo compensar-nos do mal, com o qual constantemente fere-nos?

A atitude, ousada e arriscada de sairmos da concha, e enfrentamos as tempestades do deserto, é a luta da nossa vida.

Contudo, o importante é perservar sempre acesa a candeia do querer alcançar o oasis. Se caímos, temos de manter a poderosa convicção de que temos de levantarmo-nos, e continuar.

Se estamos quêdos e vacilantes devemos encarar isso como algo natural e indispensável, para despertar em nós a tal misteriosa força interior, para reagirmos á adversidade, e erguer-nos de novo.

Haverão desafios fáceis ou dificêis? Talvez nem fáceis nem dificêis, porque o fácil ou o dificil está presente no nosso espirito de sacrificio entregue no desafio que a vida, na sua máxima incoerência e estrondosa irregularidade, propõe-nos.

Se estamos vivos, o que vamos perder, se seguirmos em frente? Vamos aceitar esse desafio, sem medos nem hesitações, e ver o que a vida reserva-nos.

Mesmo que não descubramos o oasis, ao menos teremos o previlégio e o prazer de encontrarmo-nos com nós próprios, adquirindo amadurecimento, aprendendo a levantarmos após as quedas e a conhecer os nossos limites, se é que os temos, e no fim, se é que esta história tem um fim.

Se acharmos ou não o oasis, sintamos finalmente a liberdade de uma consciência limpa, e o ânimo revigorado e aceso para recomeçar de novo, o jogo da vida.

BelaK, espero com a maior sinceridade que tu ou quem quer que seja, possa cumprir esse trajecto o mais fácil possível, e por isso mesmo, sensívelmente agraciado pela tua visita ao Dominio, desejo-te as melhores felicidades para ti.

Saudações algarvias.

brisa de palavras disse...

Obrigada pela visita ao meu blog e te teres dado a conhecer, gostei! Viver pode ser dificil mas e muito aliciante...
Eu entrei já algum tempo no mundo dos blogs e sozinha, depois é que conheci o meu amigo que o foi decorando em termos estéticos...
um abraço
brisa de palavras

Tchivinguiro: onde nasci. disse...

Podes esquecer aquele com quem riste, mas nunca esquecerás aquele com quem choraste.
Khalil Gibran

A vida é feita de dificuldades. Nem tudo é "doce".

Beijinho

©õllyß®y disse...

É mesmo, o tempo está sem tempo...

Doce beijo e terno olharIndiscreto

Andreia do Flautim disse...

Isso é bem verdade!

vermelhinha disse...

Acho que nós é que complicamos a vida.

Regressei.
Um beijo.

amigona avó e a neta princesa disse...

Querida, às vezes é tão difícil! Mas a Vida é mesmo ASSIM! Com altos e baixos, com alegrias e tristezas...mas é VIDa! Beijo amiga...

Mónica. disse...

Hola, como estás???
Tienes razón no siempre el tiempo espera...
La fe es fundamental siempre. La fe y el amor.
Te mando un beijo.

eu.osiris disse...

Tempo...
Tenho saudades de tudo…
Lugares, momentos,
Tempo que já não volta.
Odeio-te tempo,
Que me tiras-te a inocencia,
Queria tanto acreditar,
Em tudo aquilo que acreditava,
Mas o tempo matou a criança,
Criança que tento ser.
Sinto que me devoram a alma,
Sei que és tu...tempo,
Ladrão, que me roubas-te a infância.
Desafio-te a cada momento,
Com a espada da lembrança,
E o escudo da esperança.
Mas sei que acabarás por vencer,
Que a batalha apenas depende de ti.
Dizem que o tempo cura,
Mas na minha opinião mata,
Passas tão depressa,
Que não esperas por ninguém,
Injusto, corres, voas,
Espero que me deixes amar,
Que me deixes viver,
Espero que um dia...
Me deixes compreender-te,
Tempo.

Jorge Eloi

Tia Cremilde disse...

...nem mais!