quinta-feira, outubro 04, 2007

saudade...



De alguém que eu aprendi a gostar, uma amiga
De uma conversa amena, melodiosa, uma cantiga
De risos, lágrimas, revoltas, esperanças, pedaços da vida
No silêncio do TEMPO, sem tempo para mim
Dentro do seu limite, perdida por aí
A fadiga substituiu algo no seu coração
A partilha, a amizade, a emoção
Por algo que desconheço…ou talvez NÃO
Quem sabe, não foi mais uma ILUSÃO
Há tanta coisa que eu ignoro
Que eu ABRAÇO, ingenuamente, depois choro
De saudades daquilo que foi vivido

…e agora ficou o VAZIO….


belakbrilha



12 comentários:

poetaeusou . . . disse...

*
Há tanta coisa que eu ignoro
,
compreendo-te . . .
,
bji
*

MARTA disse...

Ás vezes, magoam-nos exactamente porque não sabemos o que se passa...
E esse vazio....é dificil de ultrapassar...
Beijos e abraços
Marta

Nilson Barcelli disse...

E se lhe dissesses?
Experimenta...
Bfs, beijinhos.

amigona avó e a neta princesa disse...

Não amiga, não ficou o vazio -ficou a saudade...beijo...

Alexandre disse...

Há situações que não controlamos e há pessoas que não conhecemos, apesar de pensarmos que sim! Tantas vezes que isso acontece, infelizmente!

espero que tudo se resolva!!!

Muitos beijinhos!!!

Peter disse...

Tantas e tantas vezes acontece isso, minha cara amiga ...

cm disse...

todo o vazio se preenche nem que seja com sonhos


um abraço

O Profeta disse...

Voa...ama...não deixes que a saudade te cubra o sonho...


Doce beijo

suruka disse...

Pois é
" as perdas " ou a não concretização de sonhos.

Compreendo-te
bjs

Nilson Barcelli disse...

Espero que o vazio tenha acabado...
Há mais amigos.
Bfs, beijinhos.

Nanny disse...

Nada como um bom vazio, para deixar lugar a novas coisas e novas emoções... não há espaço que não se preencha, seja ele com novos objectos, seja com sentimentos...

Vazio e oco é quem não consegue ficar vazio por vezes...

Beijinhos

irneh disse...

A saudade consome em fogo lento. Compreendo-te.

Beijinhos