domingo, janeiro 21, 2007

um conto Zen!...uma história linda




O jovem discípulo perguntou
ao mestre Zen
como é a felicidade.


O velho monge respondeu: "Felicidade é o rio saber se transformar em mar!"
O discípulo nada entendeu, repetindo a pergunta.






O monge riu, falando:
"O destino de um rio é, sozinho ou misturado a outros rios, terminar no mar.
Um rio a cada instante é um novo rio e está sempre em movimento,
nunca se acomoda, como um lago.
Jamais retorna, e de cada um dos momentos vividos pelo rio,
ficará apenas memória da água que terá passado.



Seja um rio e será um mar.
Quando estiver prestes a sê-lo, como eu, solitário, a felicidade estará na memória do rio.
Minha nascente está longe e não terei mais tempo de me juntar a outro rio.


Seja que rio você for,
haverá sempre um mar diante de si,
esperando para receber a sua estória de rio;
cada instante que o rio viveu ao longo de seu leito, ao longo da Vida".

O discípulo sorriu e olhou para o céu!

A lua nascia e se espalhava por sobre o rio!"

Autor:Sergio Trouillet
Do Livro Apenas... Poesias Esquecidas

(PS: Uma história linda,
mandada por uma "pessoa linda"!!!)

3 comentários:

david santos disse...

Olá!
Lindo! Espectacular, mesmo!
Parabéns,

Psy disse...

Bom dia, amiga...
Demais!!!!
Você tem o habito de surpreender, e bem!
Parabéns!
(gosto desta tua "veia" poetica e mágica).
Beijo no teu coração.

Pierrot disse...

É de facto uma metáfora extraordinária...
Muito bonita e plena de sentido.
Bjos daqui
Eugénio