terça-feira, setembro 05, 2006

(in) diferença…


Eu queria entender…
Silêncios ensurdecedores
Olhares reprovadores
Eu queria entender…
O que sinto
Neste labirinto
Nesta encruzilhada
De uma vida maltratada
Que eu trilho
Sem brilho
Vida que não escolhi
Que não queria que fosse assim

Mas…
Existe sempre um mas…
Eu queria entender…

...preciso entender!!!!

belakbrilha

3 comentários:

aitb disse...

Amiga.. és linda como o sol e como a lua e como todas as estrelas que brilham no céu... De mim nunca terás a indifierença. Todos os dias tás no meu pensamento.
Desculpa-me a ausência.. mas tenho estado doente (mesmo) e preciso dos meus espaços de silêncio para pensar... para dar ordem ao caos que de vez em quando agita a minha vida.
Estou sempre ctgo.. mesmo que pareça longe!
Bjos ternos da tua mana.
:)

belakbrilha disse...

"Bigada" mana!!...sei que não estás indiferente...sempre soube e também sei que estás "doente", que precisas dos teus espaços de silêncios,dos teus ...eu sinto isso!
...embora eu quisesse te ajudar de alguma forma...mas se assim estou a ajudar....
Eu tb estou contigo sempre!

:")

Umas lagrimitas...pfffff

Beijokas da mana mais velha

sonito disse...

Rui Veloso - Cavaleiro Andante

Carlos Tê / Rui Veloso
Porque sou o cavaleiro andante
Que mora no teu livro de aventuras
Podes vir chorar no meu peito
As mágoas e as desventuras

Sempre que o vento te ralhe
E a chuva de maio te molhe
Sempre que o teu barco encalhe
E a vida passe e não te olhe

Porque sou o cavaleiro andante
Que o teu velho medo inventou
Podes vir chorar no meu peito
Pois sabes sempre onde estou

Sempre que a rádio diga
Que a américa roubou a lua
Ou que um louco te persiga
E te chame nomes na rua

Porque sou o que chega e conta
Mentiras que te fazem feliz
E tu vibras com histórias
De viagens que eu nunca fiz

Podes vir chorar no meu peito
Longe de tudo o que é mau
Que eu vou estar sempre ao teu lado
No meu cavalo de pau